06 dezembro, 2009

Prática para descobrir a melhor profundidade de semeadura

por A semente que não é colocada numa profundidade suficiente pode formar raízes que ficam muito próximas da superfície do solo e isto pode causar a queda da plântula. Quando semeadas a uma baixa profundidade, elas podem secar mais facilmente, além de serem comidas pelos pássaros.

Porém, se a profundidade for demasiada podem não ter energia suficiente para emergir e alcançar a luz.

Qual é, então, a melhor profundidade para semeadura?

Isso é preciso descobrir, para tanto pode-se realizar um experimento simples, a fim de
Determinar a melhor profundidade de semeadura para diferentes tipos de semente.

Materiais:
- Sementes de vários tamanhos tais como: feijão, milho, sálvia e couve.
- Água.
- Garrafas plásticas de 2 litros cortas com 20 cm a partir do fundo com um furo para drenar.
- Potes de solo
- Régua.
- Folhas de alumínio

Procedimentos:
  • Para sementes grandes.
1) Coloque as sementes grandes como milho e feijão em água durante a noite (overnight) para acelerar a germinação

2) Preencha com ¼ de solo úmido uma garrafa plástica cortada com 20cm de altura.

3) Semeie seguindo as instruções e o modelo da figura abaixo.

a) Coloque duas sementes próximas uma da outra sobre a superfície superior do solo e pressione contra a parede da garrafa. Coloque ambas as sementes orientadas na mesma direção. Por exemplo, sementes de milho com ponto final voltado para baixo e sementes de feijão com o hilo1 voltado para cima.

b) Pressione, gentilmente, ambas as sementes no solo até a parte superior alcançar o nível da superfície.

c) Adicione uma camada de 2cm de solo e gire a garrafa levemente para a sua direita.

d) Repita os passos de a até c atingindo a superfície do solo até 3cm abaixo do topo da garrafa. Não semear as sementes uma acima da outra. As sementes devem formar um padrão tipo escada com diferentes profundidades formando 7 pares, conforme demonstra a figura 13.

4) Meça a profundidade de cada par de sementes a partir da superfície do solo até o topo da semente. A profundidade de semeadura deve variar começando a partir de 0 cm com intervalos de 2 cm entre cada par de forma que teremos: 0,2, 4, 6, 8, 10 e 12 cm.

  • Para sementes pequenas:
1) Preencha as garrafas de 20 cm com metade de solo usado no procedimento anterior.

2) Repita os passos 3 a 6 do procedimento acima exceto usando camadas de 0,5 cm de solo no passo 5

3) Meça a profundidade de cada par de sementes a partir da superfície do solo até o topo da semente. A profundidade de semeadura deve ser de 0,5cm ate 7cm.

Para todas as sementes:
1) Após a semeadura, cubra os lados da garrafa com papel alumínio para evitar a luz.
2) Todo dia remova o alumínio e meça o comprimento de cada plântula da raiz até a gema apical.
3) Anote quantos dias após a semeadura cada plântula necessita para romper a superfície do solo. Este será o dia da emergência.
4) Faça um gráfico dos dias de emergência x a profundidade de semeadura
5) Faça outro gráfico mostrando o comprimento da plântula x a profundidade de semeadura.

Resultados esperados:
As sementes plantadas muito profundamente ou muito superficialmente não crescerão tão bem quanto às plantadas em profundidades intermediárias. A melhor profundidade de semeadura para sementes pequenas será menor do que a melhor profundidade para as sementes grandes.

Por quê?
Se as sementes são semeadas profundamente, as plântulas usarão muita energia para chegar à superfície do solo, podendo morrer antes de alcançarem a luz. Quando a profundidade é demasiada, a semente pode não obter oxigênio suficiente e nem ter força para emergir.
É importante descobrir a profundidade adequada de semeadura porque há sementes que requerem luz para germinar enquanto para outras a luz impede a germinação.

Questões desafiadoras: Através de novos experimentos responda as questões abaixo.

1) Existe uma orientação ideal para a semeadura? Verifique com a semente de feijão que pode ser semeada de 5 diferentes formas: 1:com o hilo para cima; 2:com o hilo para baixo; 3:com o hilo para o lado; 4:na vertical com o hilo acima da micrópila; 5: na vertical com o hilo a baixo da micrópila.

2) O tipo de solo no pote afeta a profundidade ideal de semeadura? Experimente usando vários tipos diferentes de materiais, como areia, perlita (vermiculita) e sphagnum (limo).

3) O que acontece se existe uma barreira acima ou abaixo da semente? Experimente colocar pequenas pedras acima ou abaixo da semente a ser semeada na garrafa. Observe o que a raiz ou a gema da plântula faz quando encontram uma pedra.

Nota:
1- Hilo é aquela marca, em geral, mais clara na semente de feijão.

Referência:
DORNELES, Liane T. & CUNHA, Gladis F. BIOLOGIA VEGETAL: manual de práticas escolares, Caxias do Sul, EDUCS, 2005.

Ilustração inicial disponibilizada por: Palavra de Mulher

2 comentários:

  1. Oi, passei pra conhecer o blog, e desejar boa semana
    bjsss

    aguardo sua visita ;)

    ResponderExcluir
  2. Oi, passei pra conhecer o blog, e desejar boa semana
    bjsss

    aguardo sua visita ;)

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails